As dimensões técnico-operativa, teoríco-metodológica e ético-política do Serviço Social

A formação profissional do Serviço Social implica uma capacitação teórico-metodológica, ético-política e técnico-operativa. Neste artigo iremos explorar conceitualmente cada uma dessas dimensões do Serviço Social. Confira abaixo!

Para começar é importante destacar que as relações sociais exigem profissionais capazes de apreender criticamente a realidade enquanto totalidade, sendo qualificados para dar respostas eficazes no que diz respeito ao enfrentamento das expressões da questão social. Por isso, a Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social, a partir de Assembleia Geral Ordinária, produziu as Diretrizes Currículares para cursos de formação em Serviço Social, tendo os seguintes princípios:

1. Flexibilidade de organização dos currículos plenos, expressa na possibilidade de definição de disciplinas e ou outros componentes curriculares – tais como oficinas, seminários temáticos, atividades complementares – como forma de favorecer a dinamicidade do currículo
2. Rigoroso trato teórico, histórico e metodológico da realidade social e do Serviço Social, que possibilite a compreensão dos problemas e desafios com os quais o profissional se defronta no universo da produção; e reprodução da vida social.
3. Adoção de uma teoria social crítica que possibilite a apreensão da totalidade social em suas dimensões de universalidade, particularidade e
singularidade.
4. Superação da fragmentação de conteúdos na organização curricular, evitando-se a dispersão e a pulverização de disciplinas e outros componentes curriculares.
5. Estabelecimento das dimensões investigativa e interventiva como princípios formativos e condição central da formação profissional, e da relação teoria e realidade.
6. Padrões de desempenho e qualidade idênticos para cursos diurnos e noturnos, com máximo de quatro horas/aulas diárias de atividades nestes últimos.
7. Caráter interdisciplinar nas várias dimensões do projeto de formação profissional.
8. Indissociabilidade nas dimensões de ensino, pesquisa e extensão.
9. Exercício do pluralismo como elemento próprio da natureza da vida acadêmica e profissional, impondo-se o necessário debate sobre as várias
tendências teóricas, em luta pela direção social da formação profissional, que compõem a produção das ciências humanas e sociais.
10. Ética como princípio formativo perpassando a formação curricular.
11. Indissociabilidade entre estágio e supervisão acadêmica e profissional.
Fonte: ABEPSS.

Com base nesses princípios, a formação profissional é orientada por uma capacitação teórico-metodológica, ético-política e técnico-operativa.

Dimensão teórico-metodológica do Serviço Social

A dimensão teórico-metodológica nos capacita para operar a passagem das características singulares de uma situação que se manifesta no cotidiano profissional do assistente social para uma interpretação à luz da universalidade da teoria e o retorno a elas.

Yolanda Guerra

É capacidade de apreensão e utilização/reflexão crítica da/sobre base teórico-metodológica que fundamenta a prática profissional do Serviço Social. A produção de conhecimento é intimamente relacionada com a realidade social em que assistentes sociais estão postos. Logo, ela contribuirá com a operacionalização da prática profissional do Serviço Social nos diversos espaços sócio-ocupacionais.

Dimensão ético-política do Serviço Social

[…] preocupa-se com os valores (de que valem as respostas dadas) e com a direção social das mesmas (que conjunto de forças está sendo contemplado nas respostas).

Yolanda Guerra

A dimensão ético-política orienta a prática profissional do Serviço Social. Ancorada no projeto ético-político profissional, ela agrega um conjunto de valores e objetivos ideologicos e políticos, como a superação do capitalismo, fim de todas as formas de descriminação, respeito à diversidade, compromisso com as classes subalternas, laicismo etc.

Dimensão técnico-operativa do Serviço Social

A dimensão técnico-operativa é a forma de aparecer da profissão, pela qual é conhecida e reconhecida. Dela emana a imagem social da profissão e sua auto-imagem […] No atendimento dos objetivos imediatos, a dimensão técnico-operativa é mobilizada.

Yolanda Guerra

A dimensão técnico-operativa diz respeito aos elementos técnicos e intrumentais do Serviço Social. Assim, congrega a ação profissional do Serviço Social nos diversos espaços sócio-ocupacionais no qual a (o) assistente social está inserida (o).

Apesar das especificidades de cada dimensão, elas se articulam entre si. Portanto, o fazer profissional do Serviço Social abrange intrisecamente as três dimensões.

Referências

ABEPSS. Diretrizes Gerais para o Curso de Serviço Social. 1996.

GUERRA, Yolanda. A instrumentalidade do Serviço Social. São Paulo : Cortez, 1995.

GUERRA, Yolanda. A dimensão técnico-operativa do exercício profissional. In: SANTOS, Cláudia Mônica dos; BACKX, Sheila; GUERRA, Yolanda (Org.). A Dimensão Técnico-operativa no Serviço Social: desafios contemporâneos. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2012. p. 39-70.

IAMAMOTO, Marilda. As dimensões ético-políticas e teórico-metodológicas no Serviço Social contemporâneo. Trajetória e desafios. Conferência inaugural do XVIII Seminário Latinoamericano de Escuelas de Trabajo Social, San José, Costa Rica, 2004. Disponível em: http://www.ts.ucr.ac.cr/binarios/congresos/reg/slets/slets-018-001.pdf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.