Saque emergencial do FGTS em 2022

A alta da inflação está pesando no bolso do brasileiro, por isso, possibilidades de recebimento de valores são sempre bem-vindas. Através da MP , o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) liberou aproximadamente R$37,8 bilhões de reais, beneficiando aproximadamente 60 milhões de trabalhadores. Existem várias especulações sobre uma nova rodada do saque emergencial do FTGS em 2022. Mas, afinal, isso é verdade? Quando ocorrerá? Quem terá direito? Confira no post!

O que se sabe até o momento?

Tudo o que se sabe até o momento é o Governo Federal está se movimentando para um novo saque emergencial em 2022, que não foi possível no ano passado por indisponibilidade de recursos no FGTS. Especula-se que o Ministério da Economia anuncie o novo saque ainda nesta semana. Com isso, a medida visa injetar cerca de 40 bilhões na economia, buscando atingir quase 50 milhões de trabalhadores.

O saque do FGTS seria parte de um conjunto do Programa de Renda e Oportunidade, que além de permitir o saque, congregaria a antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS, a criação de um programa de microcrédito digital e a ampliação de empréstimos consignados.

Cabe destacar que o saque do FGTS de 2022, assim como nas oportunidades anteriores, deverá seguir um cronograma com base no mês de cada contribuinte do fundo.

O saque está garantido?

É muito provável. Primeiro, porque é ano eleitoral. O assunto entrou em pauta ainda no ano passado, mas ganhou mais fôlego após uma fala de Paulo Guedes no fim de fevereiro, na qual ele afirmou que vem estudando a possibilidade de viabilizar recursos do FGTS para os trabalhadores nesse momento crítico, fazendo uma crítica ao fato de não poder utilizar um dinheiro que lhes pertence em momentos de necessidade. Além disso, agentes do governo confirmam a elaboração de uma iniciativa com intuito minimizar os danos na economia.

Quem terá direito?

Os trabalhadores que têm direito ao FGTS são:

  • Atletas profissionais;
  • Diretores não empregados;
  • Trabalhadores avulsos;
  • Trabalhadores contratados em regime intermitente;
  • Trabalhadores contratados em regime temporário;
  • Trabalhadores que desempenham atividades no lar;
  • Trabalhadores rurais, inclusive safreiros.

Críticas

A Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) é contra o saque emergencial, pois, segundo a mesma, inviabiliza investimentos em habitação, saneamento e outras áreas financiadas com os recursos do FGTS.

O que é FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

No início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário.

O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.

Como consultar o saldo do FGTS?

  1. Baixe o APP do FGTS disponível para Android e IOS com seu número NIS.

Entenda como fazer o primeiro acesso

Outra alternativa seria fazer o seguinte procedimento:

  1. Acesse o endereço www.caixa.gov.br/extrato-fgts ou clique no botão abaixo.
  2. Informe o número do seu NIS ou CPF e clique em “cadastrar senha”.
  3. Leia o regulamento e clique em “aceito”.
  4. Preencha todos os campos com os seus dados pessoais.
  5. Crie uma senha com até 8 dígitos, com letras e números, e confirme. Você será direcionado para a tela de login novamente. 
  6. Preencha os campos com NIS ou CPF, insira a senha cadastrada e o botão Acessar.

Confira nosso fórum clicando aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.